Reconhecimento facial da Comba Telecom chega à América Latina

Sistema ScanViS Series, utilizado no Mobile World Congress 2019, é aplicável em ambientes que necessitam de tecnologia para controle de acesso e segurança

 

 

 

A Comba Telecom iniciou a comercialização, em toda a América Latina, da nova solução ScanViS Series, ferramenta de controle de acesso e segurança por meio de reconhecimento facial. O sistema é composto por algoritmos próprios, desenvolvidos a partir de Inteligência Artificial (IA) e treinados por meio da tecnologia de Deep Learning com mais de 100 milhões de faces.

 

Segundo Gabriel Monllor, Regional Sales Director da Comba, o sistema é aplicável em ambientes que necessitam de tecnologia de ponta no controle de acesso e segurança e onde a proteção de clientes e visitantes é de extrema importância. “A solução pode ser implementada em grandes eventos ou shows, estádios, hospitais, prédios corporativos, residenciais e escolas, e também na área de segurança pública por meio do monitoramento e da análise de pessoas e placas de carros”, explica.

 

A solução é dividida em três frentes: ScanViS ID, que controla presença, acesso e reconhecimentos VIP; ScanViS Display, que utiliza dados do público para exibir anúncios segmentados e mensagens; e ScanViS Analyze, que rastreia dados do público, como idade, gênero, expressões e tráfego, por meio de reconhecimento facial. “Procuramos acompanhar as tendências do mercado de tecnologia e estamos atualizando nossas soluções para atender as demandas de IoT e inteligência artificial”, destaca Monllor.

 

Além de melhorar a experiência dos visitantes e usuários, otimizar as operações e aumentar a segurança, o ScanViS possui produtos para aplicações diversificadas: GateGuard, GateGuard Lite, VisCom, SIS e CamGuard. “Este último detecta até 10 faces em uma única cena, identifica alvos e atualiza acessos, em tempo real, em dispositivos móveis”, pontua.

 

Com foco em segurança pública, o sistema SIS agrega a utilização de câmeras, óculos inteligentes, aplicativos móveis para identificação de alvos e tomada de ação rápida. “A tecnologia tornou-se uma aliada dos cidadãos e representa uma maior efetividade de políticas de segurança”, destaca Monllor.

 

A empresa garante que o sistema ScanVis foi desenhado para estar em conformidade com a LGPD sem nenhuma imagem é armazenada no servidor. As fotos captadas pelo sistema passam por uma profunda análise e, em seguida, são deletadas automaticamente dos servidores, garantindo a privacidade de todos. O sistema apenas armazena dados como gênero, idade, sexo e expressões faciais, ou pontos específicos da face que serão utilizados para o fim previamente aprovado pelo usuário.

 

Please reload

Posts Em Destaque

ENTENDA A IMPORTÂNCIA DE UM SITE INSTITUCIONAL BEM FEITO

May 28, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo