Machine learning deve acelerar detecção de vírus em computadores

Detecções de malware ultraleves consomem menos recursos e têm foco no combate ao ransomware

 

 

A Avira anunciou a nova família de produtos 2019, com melhorias no seu motor de detecção de malware que consome menos recursos de computador e tem foco no combate ao ransomware. A família expandida do Avira Antivirus 2019 – com variantes premium e gratuitas – oferece segurança para todos os dispositivos e plataformas, sejam eles Windows, Android, iOS ou MacOS.

 

A tecnologia ataca um dos mais irritantes procedimentos de máquina: a inicialização do sistema, que podem levar minutos em boa parte das soluções antivírus. A nova versão tem uma média de desempenho de 2 a 5 vezes melhor do que outros produtos de segurança no mercado, proporcionando mais velocidade também na detecção de ameaças online.

 

“A velocidade é crítica. Por isso, esperamos que os nossos dispositivos e aplicativos sejam rápidos”, disse Travis Witteveen, CEO da Avira. “Com o Avira Antivirus 2019, o usuário experimentará um aumento significativo de desempenho em tudo o que fizer com seu dispositivo, seja navegando, fazendo download ou executando aplicativos, enquanto desfruta da melhor proteção contra malware de sua categoria”, afirma o executivo.

 

De acordo com a Avira, existem mais de 500 milhões de vírus exclusivos e ameaças relacionadas a malware no ciberespaço. Para detectar e com precisão esta enorme quantidade, é necessário que os produtos antivírus tenham um banco de dados muito grande ou uma significativa capacidade de memória para alcançar um alto nível de detecção. “Mas, como o número de ameaças continua crescendo exponencialmente, os produtos de segurança que dependem de detecções de assinaturas tradicionais não conseguem acompanhar: eles estão diminuindo os dispositivos na inicialização, consumindo memória RAM e sobrecarregando os recursos do sistema enquanto trabalham para identificar malware, comenta Witteveen.

 

A solução oferece novos recursos de detecção baseados no aprendizado de máquina da próxima geração. Segundo a Avira, foram substituídos milhões de padrões tradicionais por novas detecções que reduzem o tamanho dos arquivos de detecção em 75%, oferecendo mais benefícios quando se trata de iniciar um dispositivo, receber atualizações e acelerar as operações diárias. “O melhor de tudo é que fornece uma melhor cobertura contra malware do que nunca”, aponta Witteveen.

 

Foco no combate ao ransomware

 

A versão premium da solução tem o ransomware como o seu principal foco, levando -se em conta que o sequestrador de dados tem sido um dos maiores problemas dos usuários domésticos e das empresas. A nova versão recebeu melhorias para identificar processos suspeitos no ambiente computacional, tais como alterações no registro ou tentativas de alterar, criptografar ou excluir arquivos pessoais – todas as etapas típicas do ransomware.

 

Isso permite que o programa detecte ransomware novo e desconhecido anteriormente e pare esses ataques antes que possam ser ativados por completo. “Ajustamos os sensores e trouxemos algumas detecções heurísticas avançadas para as necessidades específicas de combate ao ransomware”, conta Alexander Vukcevic, diretor do Avira Protection Labs. “É claro que isso acontece em paralelo com o conjunto completo de técnicas de detecção e aprendizado de máquina avançado da Avira para identificar e interromper um amplo portfólio de ameaças recebidas”, pondera ele.

 

Please reload

Posts Em Destaque

Criamos para você um site completo e profissional para alavancar o seu negócio através da internet!

May 31, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes