Google e Cisco preparam plataforma para orquestração de container

Ferramenta para clientes corporativos é baseada em nuvem híbrida para Kubernetes



A plataforma criada em conjunto por Google e Cisco para clientes corporativos deve ser lançada antes do final do ano. Em outubro de 2017, as empresas se uniram para criar uma oferta de nuvem híbrida para Kubernets. Originalmente projetada pelo Google, a ferramenta é um sistema baseado em código aberto para desenvolvimento e orquestração de aplicativos em container.



A combinação – que atualmente está sendo testada por clientes corporativos com acesso antecipado, de acordo com o Google, permitirá que gerentes de TI e desenvolvedores de aplicativos usem ferramentas da Cisco para gerenciar seus ambientes locais e vincular à nuvem pública do Google, que oferece orquestração, segurança e vínculos com uma vasta comunidade de desenvolvedores.



A comunidade de desenvolvedores é uma área que as empresas têm como alvo recentemente, anunciando o Cisco & Google Cloud Challenge, que oferece prêmios no valor de mais de US$ 160 mil para quem desenvolver o que a Cisco chama de aplicativos “revolucionários” usando o Cisco Container Platform com os serviços do Google Cloud.



Susie Wee, vice-presidente e CTO do DevNet da Cisco, escreveu em um blog que o DevNet está oferecendo workshops e sandboxes usando Cisco Container Platform com serviços do Google Cloud para ajudar os clientes e desenvolvedores a aprender como conectar dados em nuvem.



A Cisco diz que começará a aceitar submissões em setembro e escolherá os vencedores em novembro. A empresa tem divulgado o crescimento e o impacto de sua própria comunidade DevNet, observando que a Cisco Live já possui 500 mil membros registrados.



“Nossa comunidade de 500 mil pessoas está escrevendo código que pode ser aproveitado e compartilhado por outros. O DevNet está criando um ecossistema de inovação de rede que será o centro da próxima geração de aplicativos e da próxima geração de negócios”, disse Susie, na época.



Inteligência artificial e mais



A participação de desenvolvedores de nuvem híbrida não é a única ação entre a Cisco e o Google. As empresas avançaram em uma variedade de novas áreas, a primeira em torno da inteligência artificial (AI, na sigla em inglês) e do machine learning



A Cisco informou que levará o Google Artificial Intelligence para suas soluções Cisco Customer Journey. De acordo com a empresa, o Contact Center AI é uma solução simples, segura e flexível que permite que empresas com experiência limitada em machine learning implantem AI em seus contact centers. A ferramenta fornece automaticamente documentos relevantes para ajudar a guiar as conversas e aprende continuamente, a fim de fornecer informações cada vez mais relevantes ao longo do tempo.



“Com um complemento do G Suite nos próximos meses, o usuário verá o ícone Webex Meetings toda vez que agendar uma reunião no Google Agenda. Clique nele para configurar sua primeira reunião Webex de vídeo para as pessoas e salas de que você precisa e deixe a tecnologia fazer o resto”, explica a Cisco.



Os usuários também poderão adicionar chamadas e reuniões da Cisco em um aplicativo para Android. Usando o SDK para Android do Webex Teams, os desenvolvedores podem adicionar recursos de colaboração da Cisco em seus aplicativos. Por exemplo, os clientes poderiam adicionar reuniões de vídeo da Cisco em óculos inteligentes para uma experiência “veja o que eu vejo” entre um especialista em terra e um engenheiro em um navio no meio do oceano.



Além disso, a Cisco e o Google estão explorando maneiras de facilitar o trabalho. Não há mais interposição de documentos em novas rodadas de edições. Publique uma vez, edite quantas vezes precisar ou colabore com o conteúdo mais rapidamente.



Em outras iniciativas, a Cisco deu grandes passos para ajudar os clientes a implantar, monitorar e gerenciar aplicativos de container baseados em Kubernetes para produção on-premise e na nuvem pública.



A Cisco lançou o AppDynamics for Kubernetes e disse que pode reduzir o tempo necessário para identificar e solucionar problemas de desempenho nos clusters do Kubernetes em ambientes multicloud, filtrando inteligentemente as métricas de desempenho com base nos rótulos. Com isso, as equipes de operações de TI não precisam mais monitorar milhares de threads executando um serviço semelhante.



De acordo com a companhia, com o lançamento do CloudCenter 4.9, os usuários podem, entre outras coisas, usar os recursos de interface e gerenciamento de ciclo de vida do aplicativo para implantar e gerenciar aplicativos em container nos clusters do Kubernetes; e implantar clusters em um data center privado, que pode ser criado pela nova Cisco Container Platform.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Twitter Basic Square
Tags

© 2013 by Success Consulting. Proudly GlobalMask Soluções em TI

  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Classic
  • Instagram ícone social

 

Comercial@globalmask.com.br

BH | RJ | SP | Maracanaú| Fortaleza | Brasilia | Goiânia | Brasil