Monitoramento on-line a favor do mercado atacado distribuidor

Por ser realizado em escala 24x7, procedimento tem capacidade de enviar alerta a qualquer hora do dia

Monitoramento On line | Notícias de TI | Globalmask Soluções em TI

Com a expectativa de elevar os investimentos em TI, chegando à marca de R$ 80 bilhões, segundo pesquisa divulgada pela IT Data, as empresas planejam retomar os gastos com equipamento, software e hardware para se tornarem mais competitivas. Em meio às investidas de tecnologia, uma rede rápida e eficiente é quesito essencial para organizações de qualquer tamanho continuarem sempre à frente.

Nesta realidade, uma das apostas para sua empresa neste ano envolve o monitoramento remoto, que se apresenta como uma solução eficaz, principalmente, para o mercado atacadista distribuidor alcançar os resultados desejados e, mais importante, reduzir o tempo custoso de inatividade da rede.

Se as falhas na tecnologia são prejudiciais para negócios de qualquer porte, a situação é agravante para as pequenas e médias empresas, que são particularmente mais vulneráveis. A realidade de alguns centros de distribuição, armazéns e outros comércios menores é que muitas dessas operações não têm departamentos de TI dedicados para operar no caos ou mesmo profissionais a disponíveis 24h oras por dia a fim de solucionarem problemas de rede, que, por sinal, reduzem (e muito) a produtividade dos negócios.

A saída, para muitas empresas menores, é o monitoramento remoto, porque proporciona a essas organizações a capacidade de solucionar diversas questões de maneira eficiente, independentemente de onde estiverem. Em linha gerais, o monitoramento remoto possibilita às empresas competitividade integral e, com isso, mais presença ativa na economia.

Uma das palavras que fazem parte do monitoramento remoto é pró-atividade. Por ser realizado numa escala 24x7, o procedimento tem a capacidade de enviar um alerta a qualquer hora do dia, de modo que as irregularidades na rede possam ser resolvidas imediatamente. Como alerta, algumas irregularidades e erros comuns são: atualizações do Windows desligadas; software do antivírus desatualizado e firewall do Windows desativado.

Quando alguns destes problemas surgem, o monitoramento remoto envia um alerta para que os administradores de TI tomem medidas imediatas e necessárias para garantir que o problema não resulte em diminuição da produtividade, tempo de inatividade e, até mesmo, vulnerabilidade num possível ciberataque. Sem monitoramento remoto, um problema pode passar despercebido por dias ou semanas, resultando em um problema caro e de grande escala para a empresa. Imagina a dor de cabeça de uma parada brusca em pleno dia de pico do centro de distribuição?

Vale ressaltar que nenhuma rede é perfeita e, quando um problema surge, ele precisa ser tratado imediatamente e da maneira correta. O tempo de inatividade pode custar milhares de reais por dia. Mesmo que o monitoramento remoto possa ser aplicado a muitas indústrias de qualquer tamanho, é uma solução particularmente eficaz para pequenas e médias empresas. E, para a segurança e a saúde geral de seu sistema de TI, o modelo garante que até mesmo o menor problema seja detectado e corrigido imediatamente. Vale a aposta para não precisar pagar uma conta alta de possíveis prejuízos.

*Leonardo Barros é diretor executivo da Reposit Tecnologia

Posts Em Destaque
Posts Recentes