Adaptação ao GDPR pode ser isca para ciberataques, alerta Trend Micro

Hackers devem optar por ataques estratégicos. Saiba o que vai tirar o sono das equipes de segurança em 2018

O último ano foi marcado pelo aumento no número de tentativas de ataques

de ransomware, mineração de criptomoeda e Business Email Compromise (BEC), além de ataques mais refinados por parte dos cibercriminosos para obter mais lucros. Estudo da Trend Micro aponta que essas tendências devem se manter ao longo de 2018, com uma novidade: tentativas de extorsão contra organizações em processo de implementação dos novos requisitos legais de privacidade do Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia (General Data Protection Regulation - GDPR).

A pesquisa conclui que cibercriminosos estão abandonando as técnicas de ataques com exploit kits e do tipo ‘spray-and-pray’ e dando preferência para ataques estratégicos, formulados para aumentar o retorno sobre o investimento.

Com base nessa tendência, é provável que alguns destes cibercriminosos tentem extorquir dinheiro de empresas que ainda não cumprem os requisitos legais. Para isso, os hackers vão primeiro definir a multa aplicada pela GDPR que poderiam resultar de um ataque e, assim, exigir um resgate ligeiramente menor que o valor de tal multa, o que fará com que diretores-executivos prefiram pagar o resgate.

Jon Clay, diretor global de Comunicação sobre ameaças da Trend Micro, comenta que o relatório geral para 2017 mostra que o cenário de ameaças é tão volátil quanto qualquer outro. "Os cibercriminosos cada vez mais percebem que podem lucrar mais, seja por dinheiro, dados ou danos à reputação, se atacarem de forma estratégica os bens mais preciosos das empresas", diz.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Twitter Basic Square
Tags

© 2013 by Success Consulting. Proudly GlobalMask Soluções em TI

  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Classic
  • Instagram ícone social

 

Comercial@globalmask.com.br

BH | RJ | SP | Maracanaú| Fortaleza | Brasilia | Goiânia | Brasil