Cibersegurança será dependente de AI e machine learning, prevê especialista

Relatório da Cisco mostra panorama de ameaças cibernéticas e o que empresas têm feito para se defender

Em um futuro bem próximo, daqui dois ou três anos, praticamente todas equipes de segurança da informação serão dependentes de ferramentas baseadas em técnicas de inteligência artificial (AI), machine learning e automação. A previsão é de Ghassan Dreibi, Diretor de Cibersegurança da Cisco para América Latina, que aponta o crescente número de ameaças como principal motivo.

"O volume é tão grande que será impossível analisar todas essas informações", pontua o executivo, em entrevista à Computerworld Brasil. "Mas as ferramentas também vão mudar e elas estarão cada vez mais próximas dos dispositivos e usuários."

Os resultados do 11º Relatório Anual de Cibersegurança, que ouviu 3,6 mil CISOs e foi divulgado nesta quarta-feira (21/2) pela Cisco, fortalecem a tendência apontada por Dreibi. Os números mostram que 39% das organizações dependem de automação, 34% de machine learning, e 32% são altamente dependentes de inteligência artificial. Segundo Dreibi, estes números não passavam de10% há cerca de um ano e meio, o que comprova a rápida evolução destas ferramentas.

Mas qual o principal motivo para a explosão no número de ameaças?

A grande questão, segundo o executivo, é que hackers estão utilizando novas técnicas para encriptar malware para que arquivos maliciosos não sejam detectados na rede. Por isso, os defensores precisaram buscar ferramentas de análise de comportamento, que analisam e atuam mesmo sem saber o tipo de ameaça.

Os pesquisadores da Cisco observaram um aumento de mais de três vezes na comunicação de rede criptografada, usada por amostras de malware inspecionadas ao longo de um período de 12 meses.

Outro item destacado pelo executivo que contribuiu para o aumento da preocupação foram os diversos casos de vazamento de informações por conta de ataques hackers. Um deles o WannaCry, ataque ransomware em massa que afetou mais de 230 mil sistemas em todo o mundo.

"Hoje em dia é impossível detectar tudo que acontece na rede. A grande estratégia de cibersegurança é tempo de detecção e reação. Nós fazemos isso em quatro horas e meia - o tempo de detectar uma anomalia e se posicionar para ajudar o cleitne. Isso é o mundo real. Nossa função é defender e agir, e esse alerta precisa chegar ao board como algo responsável pela sobrevivência corporativa", completa.

Confira os principais destaques do estudo:

- O custo financeiro dos ataques não é mais um número hipotético: de acordo com os entrevistados, mais de metade de todos os ataques resultaram em danos financeiros superiores a US$ 500 mil, incluindo, entre outros, perda de receita, clientes, oportunidades e custos diretos

- Em 2017, 25% dos profissionais de segurança disseram que usaram produtos de 11 a 20 fornecedores, em comparação com 18% dos profissionais de segurança em 2016.

- Os profissionais de segurança disseram que 32% das violações afetaram mais da metade de seus sistemas, em comparação com 15% em 2016.

- Profissionais de segurança veem valor nas ferramentas de análise comportamental para a localização de agentes maliciosos nas redes: 92% dos profissionais de segurança disseram que as ferramentas de análise de comportamento funcionam bem. Segurança: Veja com a SONDA 6 passos para uma boa detecção comportamental de ameaças Patrocinado

- O uso da nuvem está crescendo; atacantes aproveitam a falta de segurança avançada. No estudo deste ano, 27% dos profissionais de segurança disseram que estão usando nuvens privadas off-premises, em comparação com 20% em 2016. Entre eles, 57% disseram que hospedam redes na nuvem pelo motivo de uma segurança de dados melhor; 48%, devido à escalabilidade; e 46%, por causa da facilidade de uso.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Twitter Basic Square
Tags

© 2013 by Success Consulting. Proudly GlobalMask Soluções em TI

  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Classic
  • Instagram ícone social

 

Comercial@globalmask.com.br

BH | RJ | SP | Maracanaú| Fortaleza | Brasilia | Goiânia | Brasil