Golpe no WhatsApp alcança 1,5 milhão de acessos

Por ser uma ferramenta que espalha a mensagem para muitas pessoas e em um tempo curto, o aplicativo acaba sendo o melhor meio para os cibercriminosos disseminarem campanhas maliciosas

Desde o ano passado, foram inúmeros golpes utilizando o WhatsApp no Brasil em que cibercriminosos criavam iscas para atrair usuários, muitas vezes se passando por grandes empresas, como foi o caso mais recente, o do Walmart Brasil. No fim de 2017, os criminosos utilizaram o nome da empresa e criaram uma suposta promoção que prometia R$40 mil em prêmios.

O golpe funciona como uma grande rede de propagação em que, ao clicar no link recebido, o usuário é levado para um site que pede para que a mensagem seja compartilhada com mais amigos, para assim, ganhar os R$40 mil em prêmios. Segundo especialistas da Kaspersky Lab, por ser uma ferramenta que espalha a mensagem para muitas pessoas e em um tempo curto, o WhatsApp acaba sendo o melhor meio para os cibercriminosos disseminarem campanhas maliciosas.

Um dos endereços na internet criados para a campanha contava com um link encurtado que teve 739 mil acessos em menos de 24 horas. Outro endereço chegava a 835 mil registros em 30 horas – totalizando mais de 1,5 milhão. Para se ter uma ideia, foram 184 mil cliques em três horas de circulação dessa campanha.

Para se proteger, a Kaspersky Lab listou alguns itens importantes para os usuários prestarem atenção como desconfiar de links recebidos; ter uma solução de segurança robusta no celular e em outros dispositivos; se atentar à privacidade dos dados; e nunca abrir links de e-mails suspeitos.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Twitter Basic Square
Tags

© 2013 by Success Consulting. Proudly GlobalMask Soluções em TI

  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Classic
  • Instagram ícone social

 

Comercial@globalmask.com.br

BH | RJ | SP | Maracanaú| Fortaleza | Brasilia | Goiânia | Brasil