Intel lança 7ª geração Core com foco em experiências imersivas e seguras.

Características dos processadores oferecem melhorias para uso de imagens 4K, realidade virtual, segurança e gestão, tanto no mercado pessoal quanto no corporativo.

A Intel anunciou nesta quinta-feira,22/3, a chegada da 7ª geração de processadores Core ao Brasil, com máquinas direcionadas aos segmentos de game, mercado pessoal e mercado corporativo. São cinco os processadores: vPro i7, Y-Series, i3, i5 e i7 para U-Series, H-Series e S-Series.

Em linhas gerais, a nova família de processadores vem preparada para melhorar a performance de execução de vídeos 4K UHD, conteúdos imersivos em 360 graus e aplicações de Realidade Virtual, além de aumentar o desempenho de execução de gráficos 3D. Isso porque essa nova geração de processadores é a primeira a ter uma GPU embutida, a Intel HD Graphics 630.

Na prática significa dizer que o usuário de um PC equipado com qualquer desses processadores de 7ª geração poderá assistir vídeos UHD 4K enquanto realiza diversas outras atividades, como escrever um texto, navegar na Internet, etc.

Mesmo o modelo mais low end da família, o Core i3, terá uma versão Unlocked, com previsão de disponibilidade no mercado local no segundo semestre. O que permitirá aos gamers ter uma opção de máquina potente, mais barata que as máquinas high end.

Já para o segmento corporativo, o aumento da segurança dos dados, com vPro e Authenticate, o baixo consumo de energia, que nos notebooks se materializa em menor consumo de bateria (até 10 horas de autonomia), e o design mais moderno, leve e fino, são alguns dos atrativos que, na opinião da Intel, podem animar as empresas a considerarem o investimento imediato na atualização do seu parque instalado.

"O vPro propicia uma série de funções de gerenciamento remoto e segurança para a equipe de TI, aliando a isso a mesma elegância de design e a flexibilidade desejada pelos milleniuns, que até 2030 serão 72% do mercado corporativo", afirma Maurício Ruiz, diretor geral da Intel no Brasil.

Atualização do parque

Segundo a companhia, o mercado brasileiro tem hoje mais de 40 milhões de máquinas com mais de 4 anos de uso. O que já começa a comprometer a segurança, e a produtividades das empresas e a aumentar o custo de suporte técnico.

"Nos últimos dois anos, a crise e o foco em outros projetos, como a migração para a nuvem, fez com que as empresas postergassem a troca dos PCs em uso pela força de trabalho. Acreditamos que, este ano, elas voltarão a investir na atualização dessas máquinas", afirma Roberto Mattos, gerente da Intel para o segmento corporativo.

Segundo ele, a Intel tem recebido muitas consultas a respeito do modelo PC-as-a-service, que pode ser um caminho das empresas para promover essa modernização. E fornecedores interessados em prestar esse serviço podem encontrar nessa nova geração uma série de recursos capazes de auxiliar a prestação de serviços como suporte técnico.

Disponibilidade

No Brasil, 14 fabricantes já vendem máquinas com a nova linha de processadores. Até o final do primeiro semestre de 2017, mais de 20 modelos estarão disponíveis por meio de fabricantes como Acer, Aldo, Asus, Daten, Dell, Gigabyte, HP, Lenovo, LG, MSI, Positivo, Samsung, Vaio e Multilaser.

Os produtos podem ser encontrados nas principais redes varejistas do país, para o mercado pessoal, e em canais de distribuição, no caso do mercado corporativo.

Importante: A partir de agora, todos os selos e processadores Core virão com a identificação da geração à qual pertencem.

Posts Em Destaque
Posts Recentes