© 2013 by Success Consulting. Proudly GlobalMask Soluções em TI

  • WhatsApp
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Classic
  • Instagram ícone social

 

Comercial@globalmask.com.br

(85)98813-7693 |  | (31) 99997-0271  

BH | RJ | SP | Maracanaú| Fortaleza | Brasilia | Goiânia | Brasil

Microsoft libera banco de dados para ensinar computadores a conversarem.

Companhia tornou aberto banco de dados MS Marco, que conta com 100 mil perguntas e respostas. Objetivo é avançar inteligência artificial.

 

 

A Microsoft está tentando ajudar na criação de máquinas que consigam conversar ao lançar um novo e gratuito conjunto de dados. 

 

O banco de dados, chamado Microsoft Machine Reading Comprehension dataset (MS MARCO), é um conjunto de 100 mil perguntas em inglês em conjunto com suas respostas correspondentes. O objetivo é ajudar pessoas a construírem sistemas de inteligência artificial que consigam entender a linguagem humana escrita. 

 

Com a nova estratégia, a Microsoft espera conseguir trabalhar melhor com organizações que construam máquinas inteligentes, disse Rangan Majumder, gerente de programa para a Microsoft Partner Group, em post publicado na última-feira (16).

 

As perguntas do MS MARCO são baseadas em questões de anônimos que são enviadas ao motor de buscas Bing da Microsoft e à assistente virtual Cortana. As respostas são baseadas em informações encontradas na Internet, escritas por pessoas e checadas por sua precisão. As questões e respostas são construídas para uso em modelos de aprendizado profundo.

 

Por enquanto, o banco de dados é gratuito para download para aqueles que planejam usá-lo para fins não comerciais. A Microsoft está compartilhando da mesma forma que o faz com outros bancos de dados abertos que são usados para treinar programas de inteligência artificial. 

 

Um desses é o ImageNet, um banco de dados de imagens categorizadas que é usado para treinamento de algoritmos de reconhecimento de imagem. A Microsoft usou esse banco para desenvolver a tecnologia de reconhecimento de imagem que agora se encontra em produtos como a API de Visão Computacional da Microsoft.

 

Aqueles que estiverem interessados em ler mais sobre o MS Marco podem baixar o artigo escrito pela equipe da Microsoft e construí-lo. A equipe também pretende lançar um desafio que irá avaliar os modelos treinados usando os dados MS MARCO. Scripts de avaliação para esse desafio ainda estão em desenvolvimento, informou a Microsoft.

 

O projeto é parte do esforço contínuo da companhia de Redmond para desenvolver capacidades inteligentes adicionais. Aprendizado de máquina e inteligência artificial têm sido a essência da plataforma de nuvem Azure e de recursos no Office e Windows. No início desta semana, a Microsoft revelou o serviço de nuvem QnA Maker, projetado para facilitar o desenvolvimento de bots que respondam às perguntas dos usuários.

 

Please reload

Posts Em Destaque

Segurança completa (Firewall e Endpoint) a partir de R$ 700,00 ao mês, Aproveite!

April 23, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo